guia prático para implementar em seu site

Como anda a segurança digital de seu site? Essa é uma preocupação que precisa estar no topo das prioridades de empresas que operam no digital.

Afinal, com as leis de proteção da informação – como a famosa Lei Geral de Proteção de Dados, por exemplo – podem haver duras penas para aqueles que negligenciam esse importante aspecto de suas atividades.

Seja para ter mais confiança de sua clientela, ou apenas evitar problemas com a justiça, a verdade é que a segurança digital é um dos pontos de atenção mais latentes para companhias que têm sites.

Para ajudar a sua empresa a tornar a segurança de seu site mais robusta, preparamos este guia completo com tudo que você precisa saber sobre segurança digital. Aqui, falaremos sobre:

Que tal aprendermos mais sobre o assunto juntos?

O que é segurança digital? Entenda o conceito

O conceito de segurança digital engloba o uso de ferramentas diversas para preservação da confidencialidade de informações em ambientes virtuais Estes ambientes podem ser, por exemplo, sites, banco de dados ou sistemas internos.

Quando falamos em segurança digital, não estamos nos referindo apenas à proteção de informações de usuários de um site, mas também da preservação do sigilo de dados relacionados a fornecedores e funcionários.

É possível dizer que medidas de segurança para ambientes digitais se baseiam em três principais princípios:

  • confidencialidade, que garante a proteção de informações sensíveis contra ataques e vazamentos acidentais;
  • integridade, que procura garantir a consistências das informações e sua veracidades;
  • disponibilidade, que se refere à acessibilidade destes dados tanto para seus proprietários, quanto para a empresa.

Segurança digital x segurança da informação: saiba as diferenças

Os termos segurança digital e segurança da informação certamente podem ser usados para expressar o mesmo sentido, mas eles não são exatamente sinônimos. Entenda agora as principais diferenças entre eles:

O termo segurança da informação é usado para designar uma área de estudo e atuação profissional responsável por minimizar riscos de vazamentos de informações – acidentais, ou causados por ataques – em dispositivos eletrônicos de todo tipo.

Enquanto isso, a segurança digital foca mais em proteger os dispositivos em si de ataques mal-intencionados, além de preservar as informações registradas nesses dispositivos.

No fim das contas, no entanto, o objetivo de ambos os esforços é o mesmo: aumentar a segurança de dados e minimizar riscos de vazamentos de informações.

Segurança digital nos sites: qual é a importância?

Na era digital, é seguro dizer que informações estão entre os principais ativos de uma empresa.

Arquivos, relatórios, dados comerciais e pessoais – companhias precisam lidar com um grande volume de dados diariamente e, quando estas informações caem em mãos erradas, um grande número de pessoas é prejudicada.

Por isso, o surgimento de leis como a LGPD, focadas exclusivamente na proteção de informações, é uma resposta importante do mercado no sentido de preservar esses ativos tão importantes.

Nesse contexto, a segurança digital torna-se mais do que apenas um “luxo”, mas uma ferramenta de precaução jurídica essencial para manter as operações da empresa dentro da legalidade.

por que se importar com a cibersegurança?

Uma pesquisa da Deloitte conduzida na América Latina e no Caribe mostra que 89% das companhias julgam como muito importante a gestão de riscos cibernéticos; 40% delas sofreram um incidente relacionado ao vazamento de informações durante os 24 meses que antecederam o levantamento.

Apesar disso, 70% das companhias que participaram do estudo não sabem informar se as medidas tomadas para responder às ameaças foram efetivas, ou continuarão sendo a longo prazo.

Este é um preocupante cenário, principalmente tendo em vista as duras sanções legais reservadas às empresas que negligenciam a segurança dos dados e informações de suas operações digitais.

Sendo assim, é possível observar que cada vez mais empresas preocupam-se com a proteção de dados. Um estudo da Gartner mostra que o investimento no setor chegou a R$ 64 bilhões no Brasil durante o ano de 2020. Uma alta considerável em relação ao ano anterior: 2,5%.

Quais são as principais ameaças à segurança digital?

No ambiente digital, assim como no físico, a sua empresa está sujeita a uma série de ameaças. Sendo assim, é sempre importante mapear os pontos de vulnerabilidades de suas operações e tomar medidas para mitigar riscos.

Para te ajudar nesta importante tarefa, elencamos algumas das mais importantes – e perigosas! – ameaças à segurança em ambientes digitais para sua empresa. Vamos entender mais sobre elas agora? Leia os próximos tópicos com atenção:

Ransomware

Graças ao ransomware, um dos mais comuns golpes digitais da atualidade, o Brasil está na 70º colocação no Índice de Segurança Cibernética da União Internacional de Telecomunicações (ITU), órgão da ONU responsável por fiscalizar as tecnologias da informação em todo o mundo.

Uma empresa que sofre ataques de ransomware tem os seus dados sequestrados diretamente do computador por softwares maliciosos. Nele, golpistas cessam o acesso da empresa a estas informações, demandando o pagamento de determinada quantia para que o acesso seja restabelecido.

Na maioria dos casos, o acesso aos dados permanece bloqueado mesmo após o pagamento do valor solicitado, ou os dados são devolvidos corrompidos e inutilizáveis.

Estima-se que ameaças como estas causaram um prejuízo de R$ 1,35 milhão de dólares às empresas brasileiras apenas no primeiro trimestre de 2019.

Manipulação de URL

URL são códigos únicos, que identificam cada página de seu site e também estão suscetíveis a manipulações maliciosas.

Casos de manipulação de URL acontecem quando hackers desejam fazer alterações no servidor, controlando algumas das funções do site atacado.

Ele pode ser feito apenas para intimidação, ou coleta indevida de informações confidenciais. Além de prejudicar a segurança da empresa, ataques de manipulação de URL também podem ser prejudiciais para os usuários do site, que ficam vulneráveis.

ameaças mais comuns à segurança no seu site

Ataques DDoS

Os ataques Distributed-denial-of-service (DDoS), ou ataques de negação de serviço, prejudicam o funcionamento dos servidores, impossibilitando o acesso ao seu site.

Ele é realizado por meio de computadores infectados, que acessam o seu site ao mesmo tempo, causando instabilidades.

A duração do ataque pode variar, mas um relatório da Rardware mostra que eles costumam ser duradouros: 60% deles podem impactar o acesso ao seu site por até um dia; 15% deles, por um mês; e 33% duram menos que uma hora.

Dentre os motivos para um ataque DDoS estão:

  • Ações de hacktivismo;
  • Atrapalhar as comunicações de uma empresa e debilitar seus serviços essenciais;
  • Ganhar uma vantagem competitiva;
  • Usar o ataque como ferramenta de extorsão;
  • Causar a degradação da reputação de uma empresa;
  • Iniciar ataques ransomware;
  • Dentre outras razões.

Backdoors

Backdoors são, nada mais, nada menos, do que softwares maliciosos responsáveis por abrir brechas para a entrada de outras ameaças no sistema de sua empresa. Muitos destes ataques envolvem dar acesso remoto ao hacker.

Essa é uma ameaça difícil de se detectar e, por isso, é bastante perigosa. Uma backdoor pode dar acesso à informações sensíveis à pessoas não autorizadas, além de permitir a modificação das informações contidas no sistema. Essencialmente, este tipo de golpe dá autonomia completa para golpistas.

Boas práticas para garantir a segurança digital do seu site

Com tantas variedades de ameaças, pode ser um tanto intimidador pensar na segurança de seu site. Afinal, como garantir que as suas operações são seguras para funcionários e clientes?

Podemos dizer que manter a segurança dos ambientes digitais de sua empresa não é uma tarefa fácil, mas também está longe de ser uma missão impossível. Seguindo algumas boas práticas básicas, é possível mitigar riscos de invasões e ataques satisfatoriamente, evitando o vazamento de dados e problemas com a justiça.

Entenda agora quais são estas boas práticas e como começar a aplicá-las já!

Tenha um Certificado SSL

Um Certificado SSL, ou Secure Sockets Layer, nada mais é do que um protocolo de segurança que permite uma navegação mais segura para todos os usuários de seu site.

Você pode observar se um site tem, ou não, um Certificado SSL por meio do símbolo de cadeado que acompanha a URL nos navegadores.

Com o SSL, a comunicação entre o seu site e servidor é protegida por criptografia, o que impossibilita a interceptação de dados em golpes como o phishing.

Dessa maneira, informações de login e dados de pagamento, por exemplo, podem ser digitados sigilosamente.

Faça backups periódicos

Ter o costume de fazer backups de seu site pode fazer uma grande diferença na hora de colocá-lo novamente no ar após um ataque.

Ainda assim, pode ser difícil lembrar de realizar esse processo, principalmente quando você não tem uma equipe dedicada à manutenção de seu site.

Por isso, a SAN Internet Brasil desenvolveu uma solução de backups automáticos. Com ela, você poderá realizar o backup de sites e bancos de dados em apenas alguns cliques.

Além disso, a ferramenta conta com restaurações ilimitadas, de até 30 versões.Para conhecer mais sobre esta solução, visite a página de Backup da SAN Internet.

dicas para garantir um site seguro

Tenha um antivírus corporativo

O papel do antivírus é monitorar, encontrar e eliminar ameaças ao seu sistema. Isso é muito importante, considerando que grande parte dos ataques pode ser creditada ao download equivocado de arquivos maliciosos por meio de e-mails, por exemplo.

Dessa maneira, um antivírus pode proteger com eficiência a navegação de todas as máquinas da sua empresa, garantindo uma camada extra de proteção para as operações digitais da sua companhia.

Conte com provedor de hospedagem seguro

Como você pode perceber, muitos dos ataques cibernéticos têm relação direta com o servidor de seu site. Por isso, é de extrema importância contar com serviço de hospedagem seguro, estável e de confiança.

A SAN Internet é uma especialista na hospedagem de sites e conta com uma solução moderna e segura para dar mais segurança e praticidade para empresas que desejam crescer sua presença digital rapidamente.

A hospedagem da SAN Internet conta com instâncias elásticas. Isso quer dizer que você pode contratar um plano de hospedagem que se adequa às demandas de sua empresa e ir expandindo-o conforme cresce, sem a necessidade de migrar informações ou mudar de servidores.

Veja todas as vantagens da hospedagem SAN Internet:

  • Instâncias Cloud isoladas;
  • Gerenciamento de múltiplos domínios em um único painel de controle;
  • Escolha e alterne facilmente entre várias versões de PHP;
  • Bancos de dados em SSD;
  • Gerenciador de DNS;
  • Acesso webmail com proteção antispam;
  • E mais!

Uma solução de hospedagem para cada momento da sua empresa! Conheça a SAN Internet Brasil e seu serviço de hospedagem de sites.

Soluções para fortalecer a segurança digital da sua empresa

Além das boas práticas, também podemos indicar algumas ferramentas importantes para você, que deseja aumentar a segurança digital da sua empresa. Veja agora:

Wordfence Security (para sites em WordPress)

O WordFence Security é um dos mais populares plugins para sites em WordPress. Ele oferece ferramentas de proteção como bloqueio de tráfego malicioso, varredura de outros plugins e temas, verificação de senhas, bloqueio de ranges de IPs e mais.

Ele pode ser instalado em sites com os seguintes requisitos:

  • Versão recente do WordPress instalada;
  • Ambiente Linux;
  • Versão do PHP 5.6 ou superior;
  • TLS 1.1 ou superior;
  • 128 megabytes de memória PHP ou superior.

>>> Veja também: Como analisar a segurança no WordPresss?

SiteLock

O SiteLock é um serviço de verificação de vulnerabilidades mundialmente conhecido e utilizado em muitos sites. Ele oferece proteção contra ameaças malware e previne o ataque de hackers com softwares mal-intencionados.

Kaspersky Endpoint Security for Business

A solução de segurança da Kaspersky é capaz de detectar e corrigir vulnerabilidades de seu sistema, reduzindo pontos de entrada para possíveis ataques cibernéticos.

Além disso, ela também é capaz de criptografar dados, minimizando os danos em casos de vazamentos.

soluções corporativas para segurança digital

Conclusão

A segurança digital é a adoção de ferramentas e protocolos que visam a preservação de informações e confidencialidade de dados em ambientes virtuais, sobretudo os relacionados à empresas.

As companhias precisam lidar com um grande volume de dados de seus clientes, funcionários e fornecedores, estando sujeitas a duras sanções em casos de vazamentos – sejam eles acidentais, ou calculados – de informações.

Por isso, a segurança dessas operações digitais é, cada vez mais, uma prioridade para empresas de todo o mundo: de 2019 para 2020, o investimento em soluções de segurança aumentou em 2,5%, chegando a um total de R$ 64 bilhões somente no Brasil.

Nós também fazemos parte da construção de um ambiente digital menos suscetível a ataques cibernéticos, uma vez que oferece uma série de soluções para empresas que desejam hospedar os seus sites com mais segurança e estabilidade. Para conhecer mais sobre o nosso trabalho, visite o site da SAN Internet!

Deixe um comentário